camaleaum

:::somos mutantes porque somos humanos:::

2.2.05

Meus bons amigos, onde estão? **

Dentre as coisas que eu menos gosto na internet, está a importância que ela nos dá.
Na vida real nao somos absolutamente ninguém (prova disso é que se tivéssemos a importância que figimos ter lá fora, não passaríamos horas aqui dentro, porque nao teríamos tempo);
E como somos "interneticamente" os reis da festa, parece que todo mundo quer ser nosso convidado...
Amigos são seres tão raros que se contam nos dedos de uma mão só. Mas daí você entra num orkut da vida e encontra pessoas com 300 amigos!!!!
É verdade?
Acho que não.
Acho que aquele cara nao tem 300 amigos e digo mais, se ele precisar de algum, provavelmente nenhum deles lhe socorrerá.
Sabe por que?
Porque nao é problema deles.
E daí vem a segunda coisa que menos gosto na internet: a insignificância a qual ela reduz nossa vida real.
Tá, eu posso até parecer a GRANDE excessão, mas digo com tranquilidade que não sou. Há muita gente por aí, com listas imensas de amigos nos orkuts da vida, milhares de comentários em seus blogs que passam os finais de semana inteiros sozinhos, recolhidos em suas casas e muitas vezes infelizes.
Há muita gente bacana, que aparenta ter uma vida cor-de-rosa, onde tudo dá certo e todos os dias são bons, que na verdade têm problemas grandiosos. Dores atrozes. Sofreram perdas irreparáveis.
Eis meu conceito de internet.
Somos o que queremos ser: aqui.
Nao somos nada além de nós mesmos quando estamos fora.
E os outros? Bem, os outros simplesmente são os outros. Não se importam com sua vida real, desde que você nao se importe com as deles.

**"meus bons amigos" - barão vermelho